Nord Stream, o Kremlin suspeita de um estado estrangeiro

Na sequência da sabotagem dos gasodutos Nord Stream, o Kremlin suspeita do "envolvimento" de um Estado estrangeiro mas não nomeia um país específico.
nord stream fuite_energynews

O Kremlin disse na quinta-feira que suspeitava “o envolvimento” de um Estado estrangeiro nos quatro vazamentos detectados nos gasodutos Nord Stream 1 e 2 no Mar Báltico, sem nomear nenhum país em particular.

“É muito difícil imaginar que um tal acto terrorista possa ter lugar sem o envolvimento de um Estado”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, aos repórteres, apelando novamente a “uma investigação urgente”. “Esta é uma situação extremamente perigosa”, reiterou Peskov, após a Rússia ter aberto na quarta-feira uma investigação sobre um “acto de terrorismo internacional”.

Questionado sobre a possibilidade de conduzir uma investigação internacional com a participação de outros países, o porta-voz do Kremlin disse que “surgem muitas questões” devido em particular à “falta de comunicação e à relutância de muitos países em contactar” a Rússia, tendo como pano de fundo a ofensiva russa na Ucrânia.

Na quinta-feira de manhã, foi identificada uma quarta fuga no Mar Báltico sobre o gasoduto Nord Stream 2, após a descoberta de outras três no início da semana.

A OTAN denunciou os actos de sabotagem como “deliberados, imprudentes e irresponsáveis”.

A Rússia, ela própria sob suspeita, contra-atacou na quarta-feira, apontando o dedo aos Estados Unidos e assegurando uma reunião do Conselho de Segurança da ONU na sexta-feira. Washington denunciou, em troca, uma nova operação de “desinformação” por Moscovo.

Espera-se que o gás continue a escapar para a atmosfera por mais alguns dias até que os dois gasodutos, Nord Stream 1 e 2, fiquem vazios.

Dans cet article :

Articles qui pourraient vous intéresser

Já tem uma conta? faça aqui o seu login.

Continuar a ler

Acesso ilimitado

1 euro por semana sem compromisso
Cobrança por mês
  • Desfrute de acesso ilimitado às últimas notícias profissionais do sector. Cancelar online em qualquer altura.

Artigos limitados por mês

Sem custos
  • Aceda a alguns dos nossos artigos e personalize as suas newsletters de acordo com os seus interesses.

Não é necessário qualquer compromisso, pode cancelar em qualquer altura.
O seu método de pagamento será automaticamente debitado antecipadamente a cada 4 semanas. Todas as subscrições são renovadas automaticamente. Pode cancelar em qualquer altura. Podem aplicar-se outras restrições e impostos. As ofertas e os preços estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.